Cine-Teatro Luísa Todi / Forum Municipal Luísa Todi

IPA.00010603
Portugal, Setúbal, Setúbal, União das freguesias de Setúbal (São Julião, Nossa Senhora da Anunciada e Santa Maria da Graça)
 
Arquitectura civil, modernista. Cinema, de linhas geométricas simples, com torre na fachada, vãos verticais com pilastras, coberturas exteriores planas, sala com cadeiras em madeira, portas forradas com material plástico, com desenhos geométricos sobre fundo preto, foyers amplos, com pavimentos em mármore e jogos de planos entre coberturas e paredes.
Número IPA Antigo: PT031512030071
 
Registo visualizado 3379 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Cultural e recreativo  Casa de espetáculos  Cine-teatro  

Descrição

Planta longitudinal, disposta segundo um eixo N. / S, com cinco pisos irregulares. Volumes articulados, dispostos na horizontal, piso térreo recuado, forrado com placas de mármore, destacando-se a estrutura superior, em alvenaria cinzenta, assente sobre uma placa de betão; torre na extremidade esquerda da fachada principal. Cobertura exterior diferenciada, telhado de duas águas sobre a sala e espaços adjacentes e plana sobre uma torre a E., sobre a qual um letreiro em neon onde se lê: "LUISA TODI". Fachada principal orientada a N. , com dois pisos, o inferior de pano único, rasgado por quatro portas envidraçadas, de dois batentes, e sete janelas rectangulares, horizontais, por cima de vitrines de cartazes; a separar os vãos, pilares; o piso superior tem dois corpos, à esquerda uma torre, de pano único, rasgado por dois vãos amplos, que percorrem toda a altura do pano, com janelas antecedidas de pilares em alvenaria branca; à direita, um corpo recuado, de pano único, rasgado por uma porta do lado direito, forrado com placas de alvenaria, cinzentas, que desenham riscas horizontais, antecedido por terraço com guarda-corpos em alvenaria; remate cornija; na parede um letreiro em neon com o nome do cine-teatro. Fachada lateral direita a O., com dois pisos o inferior de pano único, rasgado por duas portas envidraçadas, de dois batentes, que ladeiam um painel de madeira encimado por uma janela rectangular, comprida e estreita; o piso superior de pano único, rasgado por cinco vãos idênticos aos da torre da fachada principal, rematado por cornija . Fachada lateral esquerda orientada a E., com dois pisos, ambos de pano único, o inferior rasgado por um portão e uma porta pequena; o superior, forrado com placas de alvenaria cinzentas a formar riscas horizontais e com um vão do lado direito, rasgado a toda a altura do pano, com janelas antecedidas de pilares em alvenaria branca. Fachada posterior orientada a S., com dois pisos, o inferior de pano único, rasgado por um portão e uma porta pequena, antecedida de cinco degraus; o superior com dois panos, o da esquerda todo forrado com chapa ondulada colocada de forma a desenhar riscas horizontais, e o outro, mais elevado, liso, forrado com placas de alvenaria cinzenta.; remate cornija. INTERIOR: Espaços públicos- Átrio principal a N., de planta rectangular, com três portas envidraçadas de dois batentes, para o exterior e uma, idêntica, de acesso ao foyer térreo no extremo direito, bilheteira *1 e uma vitrine para cartazes do lado esquerdo, pavimento em mármore cor-de-rosa e bege, a desenhar riscas, cobertura plana, em estuque, azul. Átrio lateral *2 - a O., de planta rectangular, com duas portas para o exterior, iguais às do átrio principal, e outra para o foyer térreo; pavimento e cobertura idênticos aos do átrio principal mas o tecto é amarelo claro. Foyer térreo - de planta em "T", ligado ao átrio principal por uma porta a E. e ao átrio lateral por outra a O.; uma porta para o exterior a O.; duas portas de acesso à plateia a E., de dois batentes, forradas com um material plástico com desenhos geométricos sobre fundo preto, ladeadas por escadas de acesso ao bengaleiro, do lado esquerdo, ao bar e a instalações sanitárias, que se encontram num nível inferior relativamente ao foyer; uma porta para o palco a S.; pavimento e cobertura iguais aos do átrio. Foyer do segundo piso - de planta rectangular, duas portas de acesso ao balcão, iguais às de acesso à plateia, a ladear um Bar, pequeno, com um balcão, decorado com o mesmo material plástico que forra as portas de acesso à sala, instalações sanitárias nas extremidades N. e S. , janelas verticais, separadas por pilares em alvenaria, rasgam a parede O. a toda a altura; terraço a N.; pavimento em mármore cor-de-rosa; cobertura plana, inclinada, em estuque, amarelo claro. Sala - cena contraposta, com fosso de orquestra, em anfiteatro, com primeira e segunda plateia e primeiro e segundo balcão; primeira plateia com capacidade para 208 espectadores, com coxias laterais e central, em rampa; segunda plateia com 260 lugares, mais inclinada, com coxias a terços com escadas*1; ambas com cadeiras fixas, em madeira e napa azul petróleo, e pavimento forrado de alcatifa beije; a separar as duas zonas da plateia, um murete em madeira. Primeiro balcão com 128 lugares, coxias laterais e a terços, com degraus; segundo balcão com capacidade para 305 espectadores, coxias laterais e central, com degraus; ambos têm cadeiras fixas, em madeira e pavimento forrado com tacos de madeira; a separar as duas zonas do balcão um murete em madeira. Paredes forradas com madeira e cartão, beije. Tecto falso, plano, com caixotões em gesso armado, ladeado por iluminação zenital. Espaços técnicos e de serviço - Palco: boca de cena rectangular, em estuque e madeira, com cortina em veludo vermelho; fosso de orquestra ligado ao sub-palco; paredes brancas; pavimento com um alçapão para elevar materiais, forrado com soalho de madeira, perpendicular à boca de cena, coberto por linóleo preto, pendente 3%; varandas laterais e de fundo, em cimento; teia em madeira e cimento; saída para o exterior do lado direito do palco; ecrã. 1.º sub-palco - serve de armazém e oficina, estrutura em madeira e cimento, tem um portão de acesso ao exterior. 2.º sub-palco - em cimento, cumpre as mesmas funções do anterior. Regie de Direcção de Cena, de som e de luz ao fundo da plateia, ao centro. Cabine de projecção no segundo piso, por trás da plateia. Camarins - a E., 3 no 2.º piso, 2 no 3.º piso, 1 no 4.º piso, 3 no 5.º piso e um comum no último piso. Sistema de aquecimento e refrigeração, na cave. Extractor de fumo no terraço.

Acessos

Av. Luísa Todi, nºs 61 a 67

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, planície , isolado, junto ao Rio Sado, abre para avenida alcatroada.

Descrição Complementar

Iluminação da sala por sectores, incandescente, não regulável. A sala dispõe de sistema de ventilação, aquecimento e arrefecimento e ecrãs de projecção vídeo. A cortina do palco abre para os lados, com vara motorizada. Luz de espectáculo e luzes de ribalta; 3 pernas e 3 bambolinas em flanela preta de cada lado do palco e um fraldão no mesmo material, ao fundo; ecrã rígido, montado numa vara motorizada, dispõe de máscaras motorizadas para mudança de formato; o palco dispõe de um total de cinco varas contrapesadas e duas motorizadas. Órgão de luzes analógico, "Rankstrand"; sistema de som sorround, "Electrovoice". A cabine de projecção dispõe de sistema de projecção de 35mm, 16mm e 70 mm, modelo Philips DP75. Os camarins dispõem de instalações sanitárias, duches e chamada. A máquina de refrigeração, a de extracção de fumo e a de café do bar do foyer do piso superior, são ainda as originais, de finais da década de 50.

Utilização Inicial

Cultural e recreativa: cine-teatro

Utilização Actual

Cultural e recreativa: cine-teatro

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITECTO: Fernando Silva

Cronologia

Século 20, final da década de 50 - construção pela Companhia Animatográfica dos Restauradores, da CUF; 1960, Julho, 24 - espectáculo inaugural com a Emissora Nacional, Maria de Lurdes Resende e Villaret; 1962 - novo proprietário, a Empresa Cinevariedades Setubalense, Lda.; 1989 - aquisição do edifício pela Câmara Municipal de Setúbal, mudança da designação de cine-teatro Luísa Todi para Forum Municipal Luísa Todi.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes

Materiais

Alvenaria rebocada; madeira e mármore a forrar paredes e pavimentos.

Bibliografia

FERNANDES, José Manuel, Cinemas de Portugal, Lisboa, 1995

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO. *1 - originalmente a 2.ª plateia tinha 296 lugares mas 30, das últimas 3 filas, foram retirados, passando o respectivo espaço a ser ocupado pelas regies de direcção, som e luzes; *2 - originalmente as bilheteiras do balcão eram no átrio lateral, actualmente os bilhetes são todos vendidos na bilheteira do átrio principal.

Autor e Data

Patrícia Costa 2002 / Helena Mantas e Marta Gama 2002

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login