Edifício do Banco do Algarve / Edifício do Banco Comercial Português de Faro

IPA.00025875
Portugal, Faro, Faro, União das freguesias de Faro (Sé e São Pedro)
 
Arquitectura civil contemporânea para agência bancária. Composição arquitectónica característica do Movimento Moderno do período maduro (décadas de 1950-1960) aplicada a programas de comércio e serviços de carácter representativo (patente na preocupação com a métrica e rítmica, clássicas, dos alçados) e combinada com traços regionais estilizados: veja-se aqui, como exemplo de tal conjugação, a marcação do alçado por uma máscara curva acompanhando o gaveto e englobando os dois primeiros pavimentos elevados, cujo peso formal, dado essencialmente pelos elementos rebocados dominantes em relação às fenestrações, é ainda acentuado pelas faixas perfuradas dos topos; estas configuram-se como reixas ou gelosias de grande escala, motivo recorrente local na prática arquitectónica deste período.
Número IPA Antigo: PT050805050163
 
Registo visualizado 1909 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Serviços  Banco    

Descrição

Acessos

Rua Ivens, n.º 3 e Rua Dom Francisco Gomes

Protecção

Incluído na Zona de Proteção do Edifício Setecentista no gaveto da Rua Dr. Francisco Gomes, n.º 1 - 3 (v. PT050805050023) e do Solar dos Gárfias (v. PT050805050046)

Enquadramento

Urbano. Implantado no gaveto SE. de pequeno quarteirão de planta quadrangular definido pelas ruas Ivens, da Marinha, D. Francisco Gomes e pela praça com o mesmo nome, em pleno centro antigo e comercial da cidade de Faro. A envolvente é marcada pela malha urbana seiscentista, irregular, do Bairro Ribeirinho, e pela profusão de imóveis de referência na identidade histórica de Faro: o Edifício Setecentista (v. PT050805050023) e o edifício do Café Aliança (IPA PT050805050067), no mesmo quarteirão do presente objecto; o edifício principal da agência da Caixa Geral de Depósitos de Faro (v. PT050805050134), na frente oposta da R. D. Francisco Gomes; e o Banco Espírito Santo (v. PT050805050162).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Serviços: banco

Utilização Actual

Serviços: banco

Propriedade

Privada

Afectação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITECTURA: Arq. Fernando Silva

Cronologia

1957, 19 Outubro - o Banco do Algarve apresenta à Câmara Municipal de Faro pedido de licenciamento para a construção das suas novas instalações em Faro, com projecto do Arq. Fernando Silva (CMF Proc. 909/1957)

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

Documentação Gráfica

CMF: Arquivo da Secção de Obras Particulares, Proc. 909/1957 e Proc. 734/1978

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

CMF: Arquivo da Secção de Obras Particulares, Proc. 909/1957 e Proc. 734/1978

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Ricardo Agarez 2007

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login