Armazéns Piscatórios em Cascais

IPA.00029617
Portugal, Lisboa, Cascais, União das freguesias de Cascais e Estoril
 
Arquitectura piscatória, oitocentista. Armazém de alfaias piscatória de planta rectangular simples, evoluindo em dois pisos, com galeria envolvente, sustentada por colunas cilíndricas, que protegem o acesso a cada um dos cubículos rasgados nos dois pisos das fachadas mais longas, com acesso por vão angular.
Número IPA Antigo: PT031105030158
 
Registo visualizado 1763 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Armazenamento e logística  Armazém    

Descrição

Planta rectangular simples, de espaço único e cobertura homogénea em telhado de quatro águas. Estrutura em alvenaria revestida a azulejo monocromo branco, evoluindo em um e dois pisos, adaptando-se ao declive do terreno, envolvida por estrutura em betão, que cria uma galeria de circulação, sustentada por colunas cilíndricas metálicas, pintadas de azul, e protegida por guardas vazadas com decoração geométrica, do mesmo material e cor, com acesso pelas fachadas S., através de pequena porta, e N., com ampla escada de dois lanços divergentes, metálica e também azul. Fachada N. cega, sendo a fachada E. marcada por treze vãos angulares em cada um dos pisos, de acesso a pequenos armazéns individuais. Cada um dos vãos está protegido por porta ladeada por caixilharias de madeira pintada de branco e vidros pintados ou martelados. Fachada O. marcada por seis panos sucessivamente salientes, cada um deles com quatro vãos semelhantes aos anteriores, dois em cada piso. Fachada S. cega, ostentando amplo painel de azulejo, em monocromia, azul sobre fundo branco, representando cena piscatória na baía de Cascais.

Acessos

Rua Fernandes Tomás; Rua das Abetardas

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, isolado, implantado em zona de forte declive, com a fachada virada a NO. a abrir para uma pequena praça junto à Doca (v. PT031105030112) e ao Chalet no Passeio D. Luís I (v. PT031105030329). Junto à fachada SE., ergue-se a Villa D. Pedro (v. PT031105030306). Encontra-se no centro de uma via, pavimentada a calçada, para onde abrem todas as fachadas. Surge sobre uma plataforma de alvenaria, capeada a cantaria de calcário, onde surgem, na fachada virada a SE., vários bancos simples em cantaria.

Descrição Complementar

Painel de azulejo com a inscrição: "C. CONSTÂNCIA Carlos Sarmento 87".

Utilização Inicial

Armazenamento e logística: armazém

Utilização Actual

Armazenamento e logística: armazém

Propriedade

Privada: pessoa colectiva

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 19 (conjectural) / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

PINTOR DE AZULEJO: Carlos Sarmento (1987); Cerâmica Constância (1987).

Cronologia

Séc. 19, final - provável construção dos armazéns, para apoiar a actividade dos pescadores, com a necessidade de desobstruir a praia desses elementos; 1987 - remodelação do imóvel e colocação de painel de azulejos de Carlos Sarmento, executado na Cerâmica Constância.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes autónomas.

Materiais

Estrutura em alvenaria, revestida a azulejo industrial; cobertura e pavimento em betão; escadas, guardas e colunas metálicas; caixilharias de madeira e vidros simples ou martelados; painel de azulejo tradicional.

Bibliografia

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: SIPA

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

PROPRIETÁRIO: 1987 - remodelação do armazém, com substituição de coberturas, pavimentos, colocação de elementos metálicos nas guardas; feitura de escadas de acesso; revestimento a azulejo e arranjo da zona envolvente.

Observações

Autor e Data

Paula Figueiredo 2010

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login