Edifício na Avenida da Liberdade, n.º 166 / Palacete Lambertini

IPA.00005099
Portugal, Lisboa, Lisboa, Santo António
 
Casa abastada ecléctica. Como elemento excepcional deve assinalar-se a integração de composição em mosaico no alçado principal.
Número IPA Antigo: PT031106450405
 
Registo visualizado 659 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial unifamiliar  Casa  Casa abastada  

Descrição

De planta rectangular, o edifício apresenta volumetria escalonada, sendo a cobertura efectuada por telhados a 2 águas. Composto por 5 níveis, um deles parcialmente enterrado, o edifício exibe alçado principal a O., totalmente revestido com placagem de cantaria, e compartimentado em 3 corpos separados por pilastras. Apresenta no piso térreo do corpo central, janela de peito inscrita em módulo palladiano com enjuntas ornadas com painel de mosaicos dourados ostentando cercadura vegetalista de onde pendem de cada lado laçarias com inscrições Domus Quieta e Faculta Certa. No andar nobre observam-se três arcos de volta perfeita com capitéis compósitos a inscrever janelas de sacada com bandeira curva, servidas por varanda comum em cantaria, com guarda em balaustrada ritmada por plintos com bola. A arcaria exibe cabeças de leão nas chaves dos arcos e revestimento a mosaico de temática vegetalista nas enjuntas. Os corpos laterais, estreitos e em tudo idênticos, diferem apenas ao nível do embasamento, apresentando a porta do edifício a S.: de verga recta e com emolduramento simples em cantaria é sobrepujada por bandeira em arco alteado em cantaria, com chave esculpida com folha de acanto, idêntica à da janela de peito do corpo oposto. Ostentam ainda no 1º andar, janelas de peito também com bandeira curva, com cabeças de leão na chave dos arcos. O 2º piso delimitado superior e inferiormente por cornija, exibe uma estruturação análoga à do andar precedente mas mais simplificada, observando-se janelas de peito rectangulares delimitadas lateralmente por pilastras. Finalmente, no último andar, recuado, distingue-se ao nível do alçado, terraço coberto na zona correspondente ao corpo central. Acede-se ao interior, por corredor com lanço recto de escadas, conducente a átrio amplo de planta rectangular, onde se localiza a escada desenvolvida em torno do elevador. A compartimentação interna - constituída maioritariamente por unidades rectangulares - caracteriza-se pelo desenvolvimento longitudinal e disposição contígua de espaços directamente comunicantes.

Acessos

Avenida da Liberdade, n.º 166

Protecção

Incluído na classificação da Avenida da Liberdade (v. IPA.00005972) e na Zona Especial de Proteção Conjunta dos imóveis classificados da Avenida da Liberdade e área envolvente

Enquadramento

Urbano, destacado, adossado.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa

Utilização Actual

Serviços: edifício de escritórios

Propriedade

Privada

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITETO: Carlos J. C. Ramos (1927); Nicola Bigaglia (1901); Raul Tojal (1939).

Cronologia

1901 - projecto do Arquitecto Nicola Bigaglia (act. Portugal desde 1880 - Veneza, 1908) para o palacete Lambertini; 1904 - o imóvel recebe uma menção honrosa no âmbito do Prémio Valmor relativo a esse ano; 1927 - projecto de ampliação do edifício, da responsabilidade do Arquitecto Carlos Ramos (1897 - 1969); 1939 - encontrava-se instalado no edifício o Grémio dos Importadores de Bacalhau e Arroz que solicita ao Arquitecto Raul Tojal (n. 1900), um projecto de alterações do imóvel; 1948 / 1950 - ampliação do edifício a cargo do Arquitecto Raul Tojal; 1989, 22 Dezembro - Despacho 104/89 da Secretária de Estado da Cultura, DR 293 de abertura de processo de classificação.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes

Materiais

Alvenaria mista, reboco pintado, cantaria de calcário, estuque, ferro forjado, madeira, mosaico

Bibliografia

ALMEIDA, D. Fernando de, (dir. de), Monumentos e Edifícios Notáveis do Distrito de Lisboa, Vol. V (Vol. II-Lisboa), 1975; FERREIRA, Fátima e OUTROS, Guia Urbanístico e Arquitectónico de Lisboa, Lisboa, 1987; FERNANDES, José Manuel, e OUTROS, A Arquitectura do Princípio do Século em Lisboa (1900 - 1925), Lisboa, 1991

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

CML: Arquivo de Obras, pº nº 48.184

Intervenção Realizada

PROPRIETÁRIO / UTENTE: 1927 - reparações interiores e exteriores; 1928 - reparações interiores e exteriores; 1939 / 1940 - campanha de obras responsável por alteração geral da compartimentação interna (proj. Arqto. Raul Tojal); 1942 - ampliação do edifício (proj. Arqto. Raul Tojal); 1948 / 1950 - segunda ampliação do edifício (proj. Arqto. Raul Tojal); 1951 - obras de beneficiação geral; 1959 - obras de beneficiação geral.

Observações

Autor e Data

Teresa Vale e Maria Ferreira 1998

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login